Downtown De Pere, Wisconsin

O que fazer em casos de vazamento de gás em condomínios?

Sem dúvidas, o gás encanado em condomínios traz muita praticidade e conforto aos moradores. No entanto, sua instalação e distribuição necessitam de vários cuidados, além de manutenção preventiva – tanto na central de gás quanto nas unidades.

A seguir, conheça mais sobre as normas que regem a instalação de gás em condomínios e maneiras de prevenir vazamentos!

Normas ABNT

Para a instalação das centrais em condomínios, três regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) precisam ser seguidas:

  • NBR 13.103: especifica os requisitos exigidos para o projeto, construção, ampliação, reforma e instalação dos aparelhos;
  • NBR 15.526: dá as direções para a execução das redes de distribuição pelo condomínio;
  • NBR 13.523: estabelece os requisitos exigidos para o projeto, montagem, alteração, localização e segurança das centrais de GLP em edifícios comerciais, residenciais e industriais.

Então, uma vez que o gás seja instalado, as distribuidoras têm o dever, por lei, de prestar orientação e assistência técnica a todos os seus consumidores. Portanto, em caso de aumento na conta de gás ou de suspeitas de vazamento, o síndico deverá entrar em contato diretamente com a empresa que presta o serviço de distribuição de gás.

Manutenção preventiva

Para condomínios, o aconselhado é que seu sistema de gás receba manutenção pelo menos uma vez por ano. Para isso, confira o passo a passo:

  • Primeiramente, deve ser feita uma vistoria visual. Nesta etapa, é necessário verificar se os canos estão em boas condições ou precisam de reparos.
  • Em seguida, deve-se analisar a central de gás. Ela deve contar com grades e placas de advertência, além de ralos a menos de 1,5 m do local. Assim, evita-se que, em caso de vazamento, os gases se acumulem no chão. 
  • Outro passo importante é verificar se a tubulação de gás está próxima de fios elétricos. Afinal, eles podem gerar faíscas.
  • Por fim, caso as contas dos condôminos sejam individualizadas, oriente-os a prestar atenção no volume apontado na fatura. Um aumento repentino pode ser sinal de vazamento.

Na Gaslog, as manutenções preventivas são realizadas uma vez ao ano. Assim, quando o serviço é realizado, ele é lançado no sistema. Logo, quando o período de um ano está prestes a ser atingido, um alerta é gerado relatando que a manutenção está quase expirando.

O que fazer em caso de vazamentos

Antes de qualquer outra atitude, caso haja suspeita de vazamento de gás, o registro deverá ser fechado imediatamente. Em seguida, o local deverá ser evacuado e a chave geral de eletricidade desligada. 

Caso o vazamento seja confirmado em em área fechada e sem fogo, abra portas e janelas para ventilar o local. Mas se houver fogo, retire todos os combustíveis e possíveis fontes de calor das proximidades. 

Por fim, mas não menos importante, acione o Corpo de Bombeiros da sua cidade.


Além do síndico ter a responsabilidade em vistoriar as questões relacionadas à distribuição de gás no condomínio, todos os moradores devem saber o que fazer em caso de vazamentos. Por isso, a leitura desse texto é muito importante – inclusive, compartilhe-o com o máximo de pessoas que puder. A segurança de todos agradece!

Leia também: